Setembro Amarelo: a importância dos exercícios físicos contra a depressão

13

O Setembro Amarelo está chegando ao fim, mas todos os meses são importantes para a luta contra a depressão e o suicídio. A campanha, que tem como principal objetivo prevenir o suicídio, foi iniciada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida, do Conselho Federal de Medicina e da Associação Brasileira de Psiquiatria.

Falar sobre o assunto, mostrar solidariedade e estar junto das pessoas que sofrem com doenças mentais são as melhores soluções para diminuir o índice de morte, que é o segundo maior entre jovens de 15 a 29 anos. O assunto é sério e precisa de atenção!

Depressão e exercício físico

Não são todas as pessoas que sofrem com depressão que tentam tirar a vida. No entanto, de acordo com o Organização Mundial de Saúde (OMS), a doença aparece como a maior causa. Procurar caminhos de prevenção e cura é indispensável.

Um dos caminhos para combater a depressão é o exercício físico e estudos comprovam isso. Uma pesquisa publicada na revista acadêmica Journal of Affective Disorders afirma que pacientes internados com depressão grave mostraram melhora nos sintomas da doença.

Um dos responsáveis pela pesquisa, o psiquiatra e professor Marcelo Fleck, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, contou ao site Eu Atleta como foi realizado o estudo:

“Dividimos os pacientes em dois grupos: um grupo fez exercícios e o outro não. Os que fizeram tiveram melhora nos sintomas e na qualidade de vida e redução no tempo de internação. O exercício físico tem um efeito terapêutico, por isso pode ser colocado como mais uma estratégia contra a depressão. Existem várias evidências que os exercícios interferem com os marcadores biológicos que acontecem no cérebro.”

 A Move Concept apoia o Setembro Amarelo. Conte conosco para combater a depressão! Para mais informações sobre a academia, entre em contato conosco por telefone: (24) 3302-1250.

Foto: Reprodução/SESI-CE

Last modified: 25 de setembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *